Voltar

Sport lamenta falecimento de Sebastião Marques, o Baixa

Sport Club do Recife lamenta com profundo pesar o falecimento de Sebastião Marques Carneiro, mais conhecido como Baixa, ex-lateral direito do Sport, na década de 60. Baixa faleceu na noite da última segunda-feira (04), em casa, enquanto dormia, aos 75 anos. Durante vários anos foi o guardião da sala de troféus do Club, além de ter sido bicampeão pernambucano (61-62) e Campeão do Nordeste, em 1968, como atleta.

O corpo de Baixa está sendo velado em sua casa, na Travessa da Cachoeira, 10, no Bairro de Mangueira, município de Moreno. O sepultamento será às 17h, no cemitério da cidade. Devido ao seu falecimento, a bandeira na sede do Sport ficará por todo dia a meio mastro, uma última homenagem a um rubro-negro de coração que fará muita falta e deixa uma história de sucesso e dedicação ao Sport Club do Recife.

HISTÓRIA

Sebastião Marques Carneiro, virou Baixa quando comandava a lateral direita do Sport, nos anos 60. Famoso por sua aplicação na marcação e o seu jogo sério e eficiente, baixa era considerado, por muitos, uma referência na posição. Atuando como titular absoluto Baixa foi bicampeão pernambucano nos anos de 61 e 62, no entanto sua principal conquista foi o Campeonato do Nordeste, em 1968.

Após deixar os gramados, Baixa continuou a sua história no Clube. Desde o início, era considerado o Guardião da Sala de troféus do Sport. “Posso falar que ajudei o Sport a montar essa sala. Cuido com carinho dessas conquistas. Sou torcedor do Sport e sei da importância de cada uma dessas taças. Porém, as que eu mais gosto são as que eu conquistei e a do Brasileiro 1987”, comentou Baixa, em entrevista ao portal G1, em 2012.

publicidade
históriamemoriaseu baixa
Compartilhar Tweetar