Voltar

Milton Cruz molda equipe para o Pernambucano: “A base é essa aí”

Treinador espera contar com os atletas que estão há mais tempo no Rubro-negro. Estreia do Sport no Estadual será no dia 19, contra o Flamengo de Arcoverde, na Ilha do Retiro

Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife.

Com foco no Campeonato Pernambucano, o técnico Milton Cruz segue trabalhando forte com o elenco e vai moldando a equipe rubro-negra. O Leão estreia contra o Flamengo de Arcoverde, no próximo dia 19, às 16h, na Ilha do Retiro. Para este início de temporada, o comandante leonino pretende contar com os atletas que estão há mais tempo no Clube, revelando que o time base para iniciar o Estadual é basicamente o que ele vem montando nos treinamentos.

“Ainda é um time em formação. É possível que cheguem jogadores que estão treinando e em pré-temporada em algum clube. De repente a gente consiga mudar algumas coisas, mas a base é essa aí mesmo. Estamos procurando colocar jogadores que estão há mais tempo no Clube. E os jogadores que chegarem agora, teremos um tempo maior para trabalhar. Estamos fazendo uma mescla, e observando quem está melhor fisicamente para começar nossa caminhada. Sabemos das dificuldades do Pernambucano, mas vamos em busca do nosso objetivo”, disse o treinador, que pontuou o esforço da diretoria do Sport para realizar contratações e reforçar a equipe.

“A diretoria tem feito um esforço muito grande para montar um time antes de começar o campeonato, mas sabemos das dificuldades. Começamos atrasados na montagem do elenco por conta da eleição, mas eu acho que os jogadores que estão aí formam um time que dá para começar o Estadual e, na sequência, vamos remontando, se necessário. O mercado não tá fácil e pela maneira que o Clube quer fazer a montagem, com redução de salário, estamos trabalhando em cima do que estamos precisando. A gente tá no mercado, junto com a diretoria, fazendo um esforço pra ter um time forte no Pernambucano, já visando também a Copa do Brasil e o Brasileiro”, completou.

Por fim, Milton Cruz falou sobre as categorias de base e como pretende usar os pratas da casa na formação do plantel rubro-negro. “A Base é muito importante. Sempre tem que trabalhar bem a Base para fazer bons jogadores e colocá-los na equipe (profissional). O mercado está difícil, os atletas não são baratos. E nem sempre é um jogador de nome que vai resolver. Às vezes o clube sofre porque não olha a Base com o carinho que deve ter. É difícil dar sequência para um prata da casa, o torcedor cobra, mas tem que ter coragem para colocar. Tem que saber o momento, para não queimar o atleta que pode ter um futuro promissor. Temos experiência com isso no São Paulo, Figueirense, Náutico… Aqui tem bons meninos, mas temos que tomar cuidado”, concluiu.

publicidade
Coletivaelencomilton cruzpernambucanoSport
Compartilhar Tweetar