Voltar

Marlon comemora gol e espera sequência positiva com o Sub-23

Atacante marcou o primeiro tento do Sport no Brasileirão de Aspirantes na vitória sobre o Figueirense, por 3x2, na Arena de Pernambuco

Marlon foi um dos destaques da partida contra o Figueira. (Foto: Anderson Freire/Sport Club do Recife)

O Sport quebrou o jejum e conseguiu balançar as redes no Brasileirão de Aspirantes ao vencer o Figueirense por 3×2, nesta quarta-feira (1º), na Arena de Pernambuco, pela sexta rodada. E o primeiro que colocou a bola para dentro foi o atacante Marlon, que também foi um dos destaques no duelo com o time catarinense. Ele comemorou a boa atuação e gol, e espera manter a sequência positiva no Sub-23 leonino. Marlon tem 20 anos e estava no time profissional do Flamengo-PE, sendo contratado para compor o elenco de aspirantes do Rubro-negro da Praça da Bandeira.

“Nossa equipe estava muito pressionada. Um jogador passar um tempo sem marcar é normal, mas um time passar cinco jogos sem fazer gols é complicado demais. Estávamos muito pressionados. Graças a Deus fui feliz em fazer o gol e toda a nossa equipe está de parabéns pela partida e pela vitória”, disse o camisa 7, que também falou sobre o novo clima dentro do elenco de “aspiras”. Com a confiança renovada, a meta é repetir o bom futebol contra o Santos.

O Leão encara o Peixe no dia 13 de agosto, às 21h15, na Arena, com entrada gratuita para o torcedor.
“Teremos uma semana muito diferente. O clima estava muito pesado porque as vitórias não estavam saindo. Mas essa semana será muito boa. Contra o Santos temos que continuar a mesma pegada e ir para cima deles para vencer mais uma vez na competição”, enfatizou.

OBJETIVOS

Quanto aos objetivos no Clube Rubro-negro, Marlon espera continuar se destacando no Sub-23 e conseguir espaço na equipe profissional – que é comandada atualmente por Claudinei Oliveira. O treinador esteve na Arena de Pernambuco para cumprimentar os aspirantes e tem observado bem a Base do Sport.

“Quero primeiramente fazer meu papel e, se Deus quiser, almejar coisas maiores e ser visto pelo profissional. Vi que ele (Claudinei Oliveira) estava aqui e ainda bem que pude fazer um bom jogo. Espero que ele avalie bem as informações que receber. Acho que fiz uma boa partida”, concluiu.

publicidade
Brasileirão de AspirantesMarlonSportSub-23
Compartilhar Tweetar