Voltar

Justiça determina que organizada indenize o Sport

Torcida Jovem foi multada em quase R$ 510 mil por conta de tumulto promovido em Curitiba em 2015

O Sport Club do Recife deve ser indenizado em quase R$ 510 mil pela Torcida Jovem. A organizada, que está proibida de entrar na Ilha do Retiro desde 2014, foi condenada a pagar multa ao Clube pelo juiz Brasílio Antônio Guerra, da Seção A da 2ª Vara Cível da Capital. A decisão foi publicada, nesta quinta-feira (3), no Diário da Justiça do Estado de Pernambuco.

A punição à Torcida Jovem é em decorrência do tumulto provocado por parte de seus integrantes no Estádio Couto Pereira, na capital paranaense, durante o duelo entre Coritiba e Sport, em 2 de setembro de 2015, pela Série A do Brasileiro. Por conta da confusão, o Leão foi punido pelo STJD com a perda de um mando de campo e multa de R$ 50 mil.

O valor da condenação imposta à organizada pela 2ª Vara Cível da Capital foi de R$ 320 mil, mais 10% de honorários advocatícios e juros moratórios de 1% ao mês. O total ainda foi corrigido pela tabela ENCOGE, contados a partir da data do fato.

“Essa decisão é o resultado da política do Sport de combater a violência nos estádios de futebol e buscar os ressarcimentos quando essas torcidas promovem danos direto ao patrimônio do Clube. Esperamos que isso sirva de exemplo nacional”, comentou o Vice-Presidente Jurídico do Leão, Lêucio Lemos.

Em agosto de 2014, membros da Torcida Jovem já haviam sido condenados a ressarcir o Clube por conta dos tumultos que provocaram no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, durante a partida do Sport contra o Figueirense. Na ocasião, eles foram multados em pouco mais de R$ 13 mil.

indenizaçãojustiçamultaSport
Compartilhar Tweetar