Voltar

Jonas Urias: uma referência na liderança do futebol feminino

O treinador está comandando as Leoas da Ilha há pouco mais de um ano e já mostra grandes resultados

O treinador tem contrato com o Leão até o fim de 2018. (Foto: Anderson Freire/Sport Club do Recife).

Com a reativação do futebol feminino rubro-negro, em 2017, o Clube tinha uma grande missão pela frente. Montar uma comissão técnica e um elenco não foi uma tarefa fácil, mas feita com muita competência, trazendo grandes nomes para a Ilha do Retiro. Um deles é o treinador Jonas Urias, com uma ampla experiência e uma visão bastante atual do cenário do esporte no Brasil. Um ano depois a responsabilidade continua aumentando, com o Sport sendo um time referência no futebol feminino em todo o Brasil.

Considerado o melhor treinador do Campeonato Paulista de 2016, Jonas, de apenas 27 anos, ficou à frente do Centro Olímpico (SP), equipe considerada como a melhor base do País e Bacharel em esportes pela Universidade de São Paulo (USP). Montar um time de futebol feminino competitivo, profissional e com o DNA rubro-negro foi uma missão também “comprada” pelo treinador, que aceitou prontamente o convite de sair da capital paulista para a capital pernambucana.

Nova cidade. Novos ares. Novo time. Com um time profissional em mãos e um planejamento à disposição, Jonas se sentiu em casa quando chegou ao Leão e a identificação só aumenta com o passar das temporadas. “Quando eu saí de São Paulo e vim para o Sport, pensei assim: ‘eu não posso encarar a equipe como mais uma. Preciso trazer a força do futebol feminino profissional para cá’. E a estrutura que o Sport ofereceu casou com as minhas ideias de profissionalismo”, disse. “Aos pouquinhos, fui me tornando rubro-negro. Hoje digo sem hipocrisia nenhuma que amo o Sport. Estou feliz de fazer parte desta nação e ser mais um Leão”, emendou.

TRAJETÓRIA NO SPORT

Em apenas seis meses de trabalho, Jonas chegou perto de uma inédita classificação para as quartas-de-final do Campeonato Brasileiro, ficando de fora apenas pelo saldo de gol na tabela de classificação.No cenário estadual, ele já tem o título do Campeonato Pernambucano de 2017, quebrando a sequência de títulos do Vitória de Santo Antão e recolocando o Sport no topo estadual novamente. Também estava à frente da equipe leonina quando o recorde de gols em uma partida em Pernambuco foi atingido: as Leoas fizeram 22×0 diante do Flamengo de Arcoverde, em junho do ano passado.

“É difícil mostrar resultado em tão pouco tempo e o trabalho que eu trouxe junto com o esforço da diretoria, junto com a determinação e raça dessas garotas foi o que trouxe esse título. O Clube me acolheu muito bem e consegui imprimir minha visão aqui”, enalteceu o treinador.

FUTURO

O treinador tem contrato com o Leão até o fim de 2018 e o planejamento está sendo finalizado e as metas traçadas. “Queremos começar forte o ano e entrar com tudo no Campeonato Brasileiro. Nossa meta é avançar até o mata-mata e poder elevar ainda mais o patamar do Sport no cenário nacional. Além disso, pensamos no bicampeonato pernambucano, que é uma competição muito importante para o Estado e para a reestruturação do Leão no futebol feminino”, pontuou.

Futebol FemininoJonas Uriasleoas da ilha
Compartilhar Tweetar