Voltar

Jonas analisa primeira “final” e vê jogo ainda mais difícil na volta

Para o jogo de volta, o Sport tem a vantagem do empate e as equipes entram em campo nesta quarta-feira (28), às 15h, no estádio Ademir Cunha

O primeiro jogo da final do Campeonato Pernambucano de Futebol Feminino fez jus à alcunha de Clássico dos Clássicos dado o confronto entre Sport x Náutico. No último domingo (25), sob mando de campo alvirrubro, no estádio Antônio Dourado, foi desenhado um jogo muito difícil do começo ao fim, com cada bola e jogada disputada, mas que as Leoas conseguiram sair com a vitória por 1×0, com pênalti cobrado por Bruna Cotrim.

Para o técnico rubro-negro Jonas Urias essa dificuldade estava dentro do esperado e que a volta deve ser ainda mais recheada de tensão.

“Esperávamos essa dificuldade. A equipe do Náutico se defendeu muito bem e é muito bem organizada atacando. É uma equipe bem treinada. Foi um jogo tenso, mas feliz que saímos vitoriosos. Dentro dessa ‘guerra’, a primeira batalha quem venceu foi o Sport e fico satisfeito com a partida que fizemos”, disse o técnico.

Para o jogo de volta, o Sport tem a vantagem do empate e as equipes entram em campo nesta quarta-feira (28), às 15h, no estádio Ademir Cunha, em Paulista. Mesmo com essa vantagem, Jonas acredita em um jogo ainda mais difícil entre os times e que o campeão ainda não está definido.

“Elas vão jogar atrás do placar e teremos tensão. Futebol é o que a gente ama fazer e não achamos ruim esse clima, faz parte da competição e da histórias do clássico. Não está nada ganho que vamos jogar para vencer”, enalteceu.

publicidade
campeonato pernambucanoFutebol FemininoLeoas
Compartilhar Tweetar