Voltar

Base do Sport em contato com a tecnologia

Atletas do Sub-12 e Sub-13 do Leão visitaram o Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (CESAR), no Porto Digital, Bairro do Recife

Garotada rubro-negra ao lado do palestrante Victor Souza – Engenheiro de Sistemas do CESAR. (Foto: Sport Club do Recife)

Em mais um passeio promovido pelo Departamento das Categorias de Base do Sport Club do Recife, os atletas do Sub-12 e Sub-13 tiveram um contato mais próximo com a tecnologia. A garotada do Leão visitou, na terça-feira (4), o Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (CESAR), no Porto Digital, Bairro do Recife. Em uma palestra recheada de conhecimento, os meninos puderam tirar muitas dúvidas e interagir com o dia a dia dos profissionais da área.

Curiosos, os jogadores não pouparam perguntas para o palestrante Victor Souza, Engenheiro de Sistemas do CESAR. Satisfeito com o rendimento da conversa com os atletas – que têm de 11 a 13 anos – Victor falou sobre a importância dessa aproximação com a tecnologia. Segundo ele, uma oportunidade de aprender mais sobre uma possível profissão no futuro.

“A tecnologia está inserida em todos os meios e camadas da sociedade. É muito importante que eles (os atletas) venham conhecer e saber como é o dia a dia de um profissional de TI (Tecnologia da Informação), como funciona a dinâmica e aprender que isso pode vir a ser uma profissão no futuro para eles. É uma profissão que traz uma realização pessoal e de carreira muito grande, e no futuro terão muitas oportunidades para atuar. É muito bom que eles entendam e coloquem isso no contexto do dia a dia deles. Explicando e falando na linguagem das crianças, haverá uma curiosidade maior, como vimos aqui hoje”, disse o engenheiro de sistemas, que também falou da relação entre tecnologia e futebol.

“A biotecnologia está muito em alta. Análise de desempenho, melhora de performance, análise de estatísticas… Tudo isso vai, como um todo, melhorar a vida de cada atleta, podendo analisar diversas situações, como um problema que tem em campo, uma melhora, se corre muito ou pouco… Se tiver a curiosidade de entender e contratar pessoas que entendam do assunto para ajudar, é certo que vai melhorar. Com certeza os grandes profissionais como Cristiano Ronaldo e Messi possuem uma equipe de tecnologia para ajuda-los no dia a dia”, completou.

Atletas tiveram tarde produtiva em mais visita com muita informação e aprendizado. (Foto: Sport Club do Recife)

Um dos cuidados do Sport é que as visitas realizadas pelas categorias de base também tenham um cunho social e educacional. Além de conhecerem mais sobre o universo tecnológico, os garotos ficaram cientes dos riscos que há na internet e como utilizar a tecnologia para boas causas. “O CESAR é uma instituição muito rica na parte de internet e comunicação visual também. Foi muito bom, pois os profissionais salientaram das coisas boas e ruins que a internet produz. Isso foi um alerta para os meninos. Mostrar um caminho e ensinar como utilizar. Muitas dúvidas foram tiradas e foi muito interessante”, pontuou Patrícia Durão, assistente social do Clube Rubro-negro.

Para quem nunca tinha ido ao espaço, muitas informações. Foi o caso de Guilherme Kabbaz, de 11 anos, volante do Sub-12 leonino. Ele curtiu muito o passeio e o contato com o mundo digital. “Gostei da visita. A experiência foi muito boa e conseguimos aprender coisas novas. Caso a gente não siga a carreira de jogador, já sabemos um pouco como funciona a tecnologia e fica como opção. Aprendemos muito e tivemos muitas curiosidades respondidas. Algumas coisas eu não sabia, mas fiquei sabendo aqui. Foi bem legal”, contou.

O Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife fica na Avenida Cais do Apolo, 77, Bairro do Recife. Mais informações podem ser encontradas no site www.cesar.org.br.

PAIXÃO RUBRO-NEGRA

Não é apenas na tecnologia que Victor Souza está conectado. Rubro-negro desde cedo, o engenheiro de sistemas do CESAR contou um pouco da sua relação com o Leão da Praça da Bandeira. “Sou rubro-negro desde que me entendo por gente. Fui um dos programadores que fiz uma das versões do Sportnet. Vivo a paixão pelo Sport Club do Recife desde criança, por volta dos sete anos. Meu pai é rubro-negro também e fui incentivado por ele, amigos e as grandes vitórias do Sport nos anos 90”, revelou.

publicidade
CESARSportSub-12Sub-13Tecnologia
Compartilhar Tweetar