História

“O Sport será um autêntico campeão, pois nasceu sob o signo da valentia e dele jamais se apartará”. Guilherme de Aquino, 1905.

Guilherme de Aquino

Guilherme de Aquino foi quem capitaneou
a reunião de fundação do Sport

A história mostra, ano após ano, que a frase do fundador Guilherme de Aquino em 1905 tinha ares de profecia. O Sport Club do Recife nasceu e nunca deixou de ser em 112 anos de existência “um autêntico campeão”. Uma história de valentia talhada por vitórias e títulos. São quase 50 conquistados pelo futebol profissional e mais algumas centenas com as categorias de base e com as modalidades olímpicas e amadoras.

O Sport foi fundado em 13 de maio de 1905, no salão da Associação dos Empregados do Comércio de Pernambuco. O engenheiro pernambucano Guilherme de Aquino reuniu, como o próprio hino do Leão diz, ardentes seguidores para começar a história do maior Clube do Norte-Nordeste. No total, foram 67 torcedores admitidos como fundadores, mesmo sem que todos os nomes constem na ata de fundação.

Pouco mais de um mês após o pontapé inicial em sua história, exatamente no dia 22 de junho de 1905, o Sport entrou em campo pela primeira vez para uma partida de futebol. Um amistoso contra o English Eleven, time formado por funcionários de companhias britânicas sediadas no Recife. Apesar do favoritismo dos ingleses, considerados “os pais do futebol”, o Sport conseguiu um honroso empate por 2x2.

“Esteve bastante concorrida a festa de inauguração deste club, comparecendo crescido número de senhoritas e cavalheiros. Constou o festival de uma partida de football em que tomaram parte sócios do Sport Club e do English Eleven. A partida foi bem jogada de ambas as partes, havendo um empate. Felicitamos a diretoria do Sport Club pela vitória alcançada, pois sendo uma sociedade nova, não se deixou vencer pelo English Eleven”. Diario de Pernambuco

De lá para cá, uma história recheada por glórias, como os títulos do Brasileirão de 1987 e da Copa do Brasil de 2008, e escrita por homens visionários, como os ex-presidentes, ex-diretores e tantos outros anônimos que trabalharam de forma incansável pelo Sport. Cada um contribuindo da forma que podia para o crescimento do Clube, que ganhou em 1937 a sua primeira casa, o Estádio Adelmar da Costa Carvalho. E, em 2008, o terreno de 8,4 hectares que sedia o Centro de Treinamento José de Andrade Médicis, em Paratibe, um dos mais modernos do País.

Veja aqui a lista de ex-presidentes do Leão

Nas cores vermelha e preta e com o Leão como seu mascote, o Sport tem Nossa Senhora de Fátima como padroeira, pois sua aparição aconteceu num dia 13 de maio, data da fundação do Clube. Tanto na Sede Social da Ilha como no CT, existem nichos com a imagem da Santa.

Tão importante quanto os títulos, o Sport ostenta com orgulho o fato de ter a maior torcida de Pernambuco. Segundo a última pesquisa divulgada pelo Ibope, em maio de 2014, são cerca de 2,4 milhões de rubro-negros espalhados pelo País.